2º Dia

Após tomarmos o pequeno almoço no quarto, seguimos de metro para o Circo Massimo (onde, na semana seguinte, iria decorrer um concerto do The Boss e da minha banda preferida, Counting Crows. Foi por pouco para grande tristeza minha..) e seguimos para o nosso 1º passeio do dia, pelas Termas de Caracalla, construídas há quase 2000 anos e que ainda se encontram muito bem conservadas e cuidadas.

Obviamente que hoje ninguém se banha nas termas mas serve, por diversas vezes, de cenário para espectáculos de teatro e ópera. O bilhete inclui, ainda, a visita à Villa dei Quintili e ao Mausoleo di Cecilia Metella pelo preço total de 6€.

Próximo destino seria à Villa, para onde fomos de bus público, pois encontra-se um pouco fora do Centro de Roma. É uma enorme antiga Vila Romana com um pequeno museu anexo. Foi dos passeios que mais gostámos de fazer, longe da confusão e do turismo da grande cidade, podendo desfrutar sozinhos o longo caminho da Via Appia e da imensidão das ruínas da Villa.

O calor estava absolutamente abrasador, salvando-nos por toda a cidade a enorme quantidade de fontes de água fresquíssima e de excelente qualidade.

IMG_8310-min

Regressámos pela mesma via até ao centro da capital e fomos almoçar ao Pasta Imperialli, com um tiramisú para finalizar. No entanto, para complementar fomos degustar um gelato caseiro italiano na Gelateria del Teatro e fomos dar uma voltinha à Piazza Navona, ao Panteão e a umas igrejas ali perto, enquanto a hora do nosso Free Walking Tour não chegava.

IMG_8335-min

Sempre que possível, procuramos fazer uma walking tour de modo a ficar a saber um pouco mais da história, cultura e algumas curiosidades da cidade que de outra forma, dificilmente, ficaríamos a conhecer.

A tour começou à hora marcada (tivemos que marcar previamente) na Piazza di Spagna e teve a duração de cerca de 2 horas. O guia era um tipo simpático com um inglês aceitável 🙂 Visitámos a Basilica de Sant Andrea della frate, muito conhecida pelos famosos anjos de Bernini e alguns apontamentos de Borronini. A rivalidade entre os 2 génios é histórica ( o guia contou muitas histórias engraçadas sobre ambos), trabalharam nas obras da Basílica de São Pedro e construíram diversas igrejas, fontes, praças e palácios na cidade.

IMG_8419-min

Uma história curiosa sobre o povo quente e temperamental Romano foi quando uma sra. decidiu passar um sinal vermelho numa passadeira e o nosso guia passou do calmo, que aparentava ser, a louco, batendo incessantemente no carro da mulher, aos gritos e chamando-lhe nomes que não me pareceram, à primeira vista, muito simpáticos. Há que referir que o trânsito em Roma é simplesmente caótico e nós, peões, corremos, por diversas, vezes o risco efectivo de numa qualquer passadeira levar com uma vespa em cima 🙂

Depois do nosso guia se ter acalmado lá seguimos na nossa tour para a coluna Antonina, Obelisco Egípcio, casa do primeiro ministro, templo de Adriano, Panteão, Igreja de Santi’Ignazio (com a particularidade da sua falsa nave), Praça Navona (com a espectacular fonte dos 4 rios de Bernini) e Fontana di Trevi.

IMG_8470-min

Terminado a tour fomos, literalmente, a correr para casa para a Marta se pôr bonita (ainda mais) para irmos assistir à ópera La Traviata no Teatro Salon Margherita. Apesar de não sermos particulares consumidores de ópera, achámos que seria uma experiência a conhecer em Roma e o que é um facto, é que gostámos muito.

IMG_8496-min

Como não tínhamos tido tempo de comer entre o walking tour e a ópera, a fome era negra e optámos pelo seguro e fomos novamente à pizzaria Habemus Pizza para levar para casa. Mesmo ao lado havia também um restaurante de massas, pizzas e saladas e, apesar da hora tardia, questionei se ainda podiam fazer uma pizza para levar, pouca sorte, a cozinha já se encontrava encerrada. Quando íamos embora e, para surpresa nossa, fomos interpelados em Português a fim de saber o que queríamos, se éramos Portugueses e que para nós abria-se a cozinha e não sairíamos de lá sem a desejada pizza 🙂 Um português espectacular, que já estava em Roma há cerca de 30 anos, com o qual tivemos na conversa enquanto esperávamos. Agradecemos muito o seu gesto e para grande surpresa nossa fez questão de nos oferecer a pizza. Não há povo como o Tuga 🙂

De barriga cheia e de coração completo , assim acabou em grande o nosso 2º dia Romano 🙂

IMG_8506-min